Femama Batalhadoras. Todo dia uma vitória contra o câncer de mama. Marlí Marcon

Câncer de Mama

Cuidadores

 

Como eu me sinto perante a minha família:

Muitas mulheres se sentem confusas ou contrariadas com o fato de estarem com câncer de mama. É normal sentir-se preocupada, triste, brava ou aborrecida. Eis aqui algumas das coisas que as mulheres com câncer de mama podem sentir:

  • “Sinto que serei um peso para minha família se perco tempo indo a médicos, se não estou me sentindo bem ou se teremos gastos adicionais por causa do meu tratamento”.
  • “Me preocupa como vou falar com meus filhos sobre o meu câncer de mama”.
  • “Tenho medo do que vai acontecer na minha vida e do que vai acontecer a meu corpo”.
  • “Tenho medo de morrer e deixar minha família e meus filhos”.

Talvez você tenha algumas dessas preocupações. Mas não seja dura consigo mesma. É difícil adaptar-se ao fato de ter câncer e passar pelo tratamento. Afeta tantas áreas da sua vida que é natural que você esteja preocupada, ansiosa, triste ou com raiva. E esse sentimento fará com que você se sinta melhor em alguns dias do que em outros. Se você se sente deprimida, pensa na morte ou até mesmo em se matar, você pode ter a chamada “depressão clínica”. Isto é muito sério. Notifique o seu médico imediatamente se você tem qualquer pensamento ou emoção parecida e procure compartilhar com a sua família e amigos a sua situação. Não passe por isso sozinha.


Reação da Família:

Os membros da família podem estar agindo de maneira estranha porque estão com medo ou não sabem como agir. Seus medos provavelmente estão relacionados com:

 

  • receio de perder você;
  • não saber o que vai acontecer com eles se alguma coisa acontecer com você;
  • não saber como lhe ajudar;
  • preocupação por não se sentirem fortes o suficiente neste momento, em que você precisa tanto deles
  • preocupação com o câncer em si.

Você pode ajudá-los falando sobre o que pensa que vai acontecer, como se sente e como o tratamento pode lhe afetar. Se quiser, deixe-os saber que podem lhe fazer perguntas e falar com você sobre o câncer. Isto poderá fazer com que todos vocês se sintam mais confortáveis. Se precisar de ajuda para falar aos seus filhos sobre o câncer,entre em contato com organizações locais de apoio a pacientes com câncer que possam lhe orientar.


Reação dos Amigos:

Os amigos reagem à notícia de diversas formas. Alguns vão oferecer ajuda de imediato ou tentar fazer com que você se sinta melhor. Outros se afastarão porque não sabem o que dizer ou fazer. É possível que eles tenham medo do que possa acontecer com você ou mesmo de falar uma coisa errada. Alguns podem até pensar que vão pegar o câncer de você (o que é um equívoco, porque câncer não passa de uma pessoa para outra). Outros podem ficar aborrecidos se você não se sente bem o bastante para passar um tempo com eles.

É natural que os amigos queiram que as coisas sejam como eram antes de você ter câncer.


Como falar sobre o câncer:

Tente ser honesta e deixe que eles saibam o que está acontecendo. Se você se sentir à vontade, deixe que os amigos e membros de sua família saibam que você:

  • tem câncer de mama (eles podem se sentir magoados se souberem da notícia por outra pessoa);
  • espera passar pelo tratamento e viver;
  • não tem como transmitir o câncer.

Deixe que eles façam perguntas e diga-lhes o que você aprendeu sobre câncer de mama. Se alguém diz alguma coisa que a magoa, deixe essa pessoa saber. Mas tente compreender se as pessoas parecem agir de modo estranho ou distante. Assim como você, elas também estão tentando descobrir o que vão dizer e o que sentem. Se você não se sente confortável em falar sobre assuntos pessoais, fique tranquila. Você não precisa falar sobre seus sentimentos com eles.


A vida dentro de casa:

Você talvez não seja capaz de fazer tudo o que fazia anteriormente. Sua vida diária talvez precise mudar por causa de seu tratamento para o câncer. Você pode se sentir cansada, doente ou –simplesmente – não ter energia suficiente para as coisas do seu cotidiano. Isso significa que você precisará fazer menos coisas em casa e outros terão que fazer mais. Fale com os membros de sua família e amigos sobre como eles podem ajudar. Dê-lhes tarefas específicas. Peça-lhes que peguem as crianças na escola, lavem a louça, tragam uma refeição ou que vão à farmácia. Deixe-os saber que você gostaria de falar de outras coisas além do câncer durante um tempo. Ou, simplesmente, peça-lhes que sentem e relaxem ao seu lado. As pessoas podem lhe ajudar mais se souberem o que realmente faz você se sentir melhor.



Compartilhe: